Lá vem a Nau Catrineta... que tem muito que contar...

21.6.06

Jantar de Homenagem ao Fernando

Amigões;
Está difícil... mas vou tentar ir ao jantar, nem que seja só para beber um copito, distribuir uns abrações e recordar o amigo ausente.

Zeca da Nau

Fale aí em baixo ou cale-se para sempre

9 Comments:

At 12:28, Anonymous Nina said...

Zeca, um excelente jantar...e se dos copos vierem lágrimas que amenizem os dias seguintes das vossas almas. Perder um amigo é morrer um pouco c ele. Mas a justiça é comemorar o ele estar mais pleno do que nós agora. Não conhecia o Fernando mas só podia ter alma grandiosa para deixar os vossos corações sem rumo. Bjito da Nina c pena de Carnaxide ficar num outro planeta. Mim estar a pensar em ti com sorriso de orelha a orelha. Tás vivo, tas cá tás bem...estas analogias nem sempre coerentes, de acordo com a realidade?? Porém com a vontade. Fica a minha intenção. Um dia das-me o teu tlm para te ligar e ouvir o teu sorriso. fui

 
At 12:50, Blogger herético said...

uma abraço solidário...

 
At 21:36, Blogger augustoM said...

Vou guardar uma garrafa para ti.
Um abraço. Augusto

 
At 13:28, Blogger wind said...

Vai para fazermos uma festa que era isso que ele gostaria:) beijos

 
At 10:35, Blogger luis manuel said...

António

Nem que seja... aquilo que é a essência da partilha de amizades, e que tão exemplarmente o Zeca e outros vivem.
Um navegante está sujeito a enfrentar tempestades, oceanos revoltos. Acredito que o Zeca da Nau é um verdadeiro lobo do mar, vencedor de tantas dificuldades.

Um grande abração

 
At 09:07, Anonymous Nina said...

homem da Nau,
isto é uma espécie de Adeus não anunciado que temos de perceber pelas reticências que impões aqui? pelos silêncios com que nos deixas?
estava a falar com um amigo ao telefone sobre ti. Homem que se ausenta na ausência de amigo que parte. E ele diz-me: já perdi tantos amigos que já nem sei como é não os ter. Dói? Imunizamo-nos através das saudades. Amigos são vírus bons que não queremos ou não sabemos perder. Mas depois há a vida, essa a tua que espreita e sorri e acredita num ceú sem idade onde cabem todos, todinhos os nossos vírus bons, onde iremos caber também, junto deles um dia. Zeca, miss you. Abraço oh guerreiro.

 
At 11:24, Blogger contradicoes said...

Não caro amigo, ainda não me estou a passar mas confesso que estou a atravessar um período sintomático de falta de motivação, daí quase me limitar às transcrições de notícias e artigos publicados pelos midia. Quanto a ti, confesso não querer acreditar na possibilidade sentida no comentário anterior. Já nos habituaste a este tipo de pausas sobretudo no período do verão e nisso eu tenho estado atento e provavelmente isso deve-se a talvez excesso de trabalho e este quando aparece, obviamente prejudica a actividade de lazer. Recebe aquele abraço amigo do Raul

 
At 00:03, Anonymous paulo said...

Amigo Zeca aceita a minha solariedade na tua amargura e tristeza na perda fisica de um amigo, amigo é bom ter, um é bom mas muitos é melhor e quando se perde um guarde-se esse amigo no nosso coração porque é aí que ele sempre esteve.
O meu grande abraço de amizade
Paulo

 
At 11:16, Blogger martelo said...

então Zeca? Ânimo...

 

Enviar um comentário

<< Home